Socorro...Preciso aprender a lidar com meu chefe!

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Socorro...Preciso aprender a lidar com meu chefe!

Mensagem  Admin em Sex Jul 01, 2011 9:25 pm

Olá pessoal, vamos usar este espaço para dividir informações importantes com quem precisa aprender a lidar com chefes dificeis.

Admin
Admin

Mensagens : 12
Data de inscrição : 30/06/2011

Ver perfil do usuário http://recursoshumanos.forumbom.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Para lidar com chefes dificeis!!!

Mensagem  Daniel em Seg Jul 04, 2011 1:15 pm

A capacidade de liderança de um ‘chefe’ é proporcional a sua competência
de gestão de pessoas e inversamente proporcional à sua preocupação em
parecer um ‘chefe’.

Para poder provar este meu teorema, requer-se
primeiramente conhecer os elementos pertinentes: chefe, líder e gestão de pessoas.
Simplificando, ‘chefe’ é aquela pessoa que geralmente nos é imposta numa
organização, por força de um organograma egípcio, isto é, uma pirâmide bem
pontiaguda. Líder é aquela pessoa que tentamos encontrar numa organização, que
nos inspira a seguir seu exemplo, que raramente coincide com o anterior. Gestão de
pessoas é um conjunto de conhecimentos, habilidades e atitudes que os chefes
tentam aprender em treinamentos e os líderes demonstram naturalmente.

Qualquer reflexão consciente sobre nossos ex-chefes delatará a incompetência de
gestão entre 60% a 75% deles. Muitos foram profissionais de sucesso que deixaram
suas habilidades interpessoais esparramadas pelo andar debaixo da pirâmide,
sentindo que no andar de cima, a autoridade a eles conferida pelo faraó, lhes daria
a benção para todos seus atos de típico ‘chefe’. Estes se tornaram os péssimos
gestores de pessoas que fazem parte da grande maioria.
Daí seus subalternos precisam aprender a lidar com eles para sobreviver no deserto
de competência onde pelo menos encontram o oásis do emprego -- quase miragem
nos dias de hoje.

Existe o ‘chefe analítico’, aquele ou aquela que nunca largou a calculadora e o
manual técnico. Este tipo sempre vai lhe pedir mais um dado, cálculo, gráfico para
poder tomar uma decisão simples como comprar clips ou post-it para o mês. Para
estes quanto mais números, com mais casas decimais melhor.

Outro conhecido é o ‘chefe Narciso’ – sua posição no organograma o lembra do
palco e parece estar sempre sob um canhão de luz. Dificilmente você conseguirá
apresentar uma idéia, sem antes ter que assistir uma performance exclusiva de
suas façanhas. Para estes, não adianta levar outro tipo de canhão, é preferível levar
sua paciência e esperar seu show terminar, pedir bis, para finalmente você poder
fazer sua “ponta” na super produção do ‘Narciso’.

Outras pessoas são mais afortunadas e experimentam o ‘chefe bonzinho’ -- aquele
compreensivo que dificilmente nos diz não, mas também não diz sim e fica sempre
em cima do muro para não nos magoar. O mais difícil é ter um feedback sobre seu
desempenho. Quando chega o dia da avaliação também não se recebe o sonhado
aumento de mérito porque afinal ele também não soube “vender” a idéia para o
chefe dele. Com estes, o melhor é não se contentar com a ausência de feedback e
os constantes “talvezes” para nossas propostas. Desperte o lado “bad boy” do chefe
para você não estancar sua carreira na zona de conforto de suas falsas
benevolências.

Finalmente, existe o ‘chefe máquina’ – aquele que está sempre acelerado e
cobrando por resultados, direto ao assunto e sem tempo para suas “abobrinhas”.
Pode parecer ruim trabalhar com este tipo, mas pelo menos, se você souber o que a
empresa espera dele, saberá para onde você deve se dirigir. Com eles, o melhor é
procurar sempre começar do fim para chegar no começo, isto é, quando for
apresentar uma idéia, apresente sua conclusão e depois forneça tantos subsídios
quanto ele pedir. Geralmente, você precisará gastar muito menos saliva do que
imaginava. E, se precisar falar sobre algo de caráter pessoal, primeiro garanta que
cumpriu sua missão e depois procure a hora certa para conversar – objetivamente,
por favor.

E o chefe ideal, o gestor de pessoas competente que todo mundo sonha? Como lidar
com ele (a)? Primeiramente, é melhor fechar o livro de mitologia e acordar para a
realidade, ideal não existe. Em segundo lugar, aquele que se aproxima do ideal é o
que não precisa e não quer parecer ‘chefe’. Aquele que não requer que saibamos
“lidar com ele(a)” e que sabe que sua equipe é composta por individualidades que
como tal precisam ser geridas, lideradas pelo exemplo. Este líder, que desponta
como o ‘chefe’ do Século XXI, precisa ser estimulado, apoiado por seus seguidores,
com resultados de qualidade e com integridade, para que a Seleção Natural opere
seu “milagre” e os “tipo-chefes”, ou os “tipos folclóricos de chefes” se fossilizem de
verdade.

Abraços

Daniel

Daniel

Mensagens : 6
Data de inscrição : 04/07/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

10 erros que podem comprometer sua relação com o chefe

Mensagem  Daniel em Seg Set 05, 2011 3:59 pm

Mentir

"Quando o funcionário mente, o risco do chefe descobrir pode ser fatal. Atitudes como esta geram quebra de confiança. Além disso, a mentira é sinal de falta de profissionalismo. Falar que vai fazer alguma coisa e fazer o contrário ou mesmo dizer que vai a algum lugar e ir para outro, são mentiras que mancham a imagem tornando-a irrecuperável. A depender da gravidade da mentira isso pode até gerar demissão".

Deixar de emitir opinião

"Opiniões que agreguem valor ao que está sendo discutido são importantes para a construção de idéias bem-sucedidas. ? preciso, porém, saber o momento certo de emitir uma opinião ou discordar do que o chefe fala. Ao mesmo tempo em que é importante expor seu ponto de vista, deve-se analisar o momento certo de argumentar. Em alguns casos, pode ser mais útil pedir um horário individual para emitir sua opinião ao chefe. Habilidade para falar e sensibilidade para acertar o momento são importantes".

Esquecer dos limites

"O funcionário precisa saber que há limites no relacionamento com o chefe e que esse limite não deve ser ultrapassado com comentários excessivos ou brincadeiras de mau gosto. Alguns chefes dão abertura para uma relação mais próxima, mas saber até que ponto ir é fundamental para o funcionário. O chefe pode ser próximo, acessível e conversar com todos, mas ele ainda é o chefe. Entender a relação é uma questão de postura profissional no trabalho".

Não cumprir prazos

"Prometer algo e não cumprir é sinal de desorganização e desrespeito com os colegas e com o chefe. Tal comportamento também revela falta de comprometimento do funcionário com o trabalho. Se você marcou um compromisso, cumpra. Caso não seja possível entregar uma tarefa no prazo tente negociá-lo com antecedência e não deixe nada para a última hora".

Aceitar tudo sem questionar

"Aceitar tudo o que é dito pelo chefe e não contestar é errado. Isso serve tanto para ações, erros de planejamento e de organização, quanto para atitudes comportamentais e de trabalho consideradas grosseiras. Muitas vezes, as ações podem gerar conseqüências negativas. 'Engolir todos os sapos' e não falar sobre algo que te ofendeu, por exemplo, é ruim para os dois lados. Quando o clima está tenso, é sinal de que daí para frente a conversa deixará de ser produtiva, portanto, aguarde o momento adequado para falar o que pensa. Isso mostra maturidade e contribui para o crescimento profissional tanto do chefe como do subordinado".

Ser pessimista

"O funcionário que não enxerga as oportunidades de trabalho e o lado bom das coisas já começa um projeto sem motivação e, conseqüentemente, não terá razões para apresentar bom resultado. Quem é pessimista também tende a 'contaminar' os outros, além de colocar inúmeros empecilhos para o andamento dos projetos. Inevitavelmente, o pessimista cria um ciclo de fracasso em torno de si. Ele reclama de tudo. Logo, não receberá oportunidades do chefe que o indicará para trabalhos menos criativos. Assim, não restará alternativa a não ser continuar a reclamar do sucesso dos outros e de sua estagnação".

Desrespeitar a hierarquia

"Hoje, as empresas são fortemente hierarquizadas. Os funcionários devem atentar para essas posições e fazer do respeito por essas regras uma atividade diária. Passar por cima e não respeitar a hierarquia são faltas graves. Os cargos existem para serem respeitados. Sem esta postura, criam-se problemas na vida profissional e o funcionário desrespeitoso acaba mal visto, pois busca informações em outros setores e com outras pessoas que não seus superiores. Se existe hierarquia, respeite-a".

Ser impulsivo

"Antes de negar um pedido da chefia, o funcionário deve ponderar a tarefa para qual é designado. Por mais que esteja ocupado e com uma demanda grande de trabalho, é necessário analisar as possibilidades ou alternativas para a situação, além de saber como se expressar para não ter uma atitude impulsiva e negativa. Isso vale tanto para novos projetos e produtos quanto para atividades corriqueiras. ? nessa hora que o funcionário deve mostrar que sabe negociar prazos e tarefas, no caso de resposta negativa é preciso ter embasamento na hora da explicação. Portanto, pare, pense e depois aja".

Querer subir rápido de cargo

"O jovem normalmente quer aprender tudo de uma vez e isso leva tempo. Não adianta achar que vai captar tudo o que precisa aprender de uma hora para a outra. ? um erro grave ser novo na empresa ou na função e achar que já pode pleitear uma vaga ao lado da chefia. Conquistar um cargo de liderança faz parte de um processo de aprendizagem que deve ser respeitado. A ansiedade deve ser administrada, isso é ter maturidade profissional".

Até a próxima!

Daniel


Daniel

Mensagens : 6
Data de inscrição : 04/07/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Socorro...Preciso aprender a lidar com meu chefe!

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum